Miscelânea‎ > ‎

Lembranças de minha mãe

postado em 29 de nov de 2013 13:02 por Pedro Moita
Se, da essência do amor, cultivo existe
dentro de um peito humano, com certeza
é no peito da mãe, que a natureza
esse milagre em operar persiste.

Amor de mãe! Sublime amor! Resiste
á ingratidão, ao desprezo e a tibieza
do filho que a magôa, e com nobreza
releva a falta sem se mostrar triste.

Recordo agora os tempos de bonança
quando no colo de mamãe plantado
curti meus belos sonhos de criança!

E ela a me dizer: - Oh! Filho amado
haverás de vencer, tem esperança!
Confia em Deus, terás bom resultado!

Soneto - Ruy Eloy
Comments